Para Mourão, Brasil sofre ataques internacionais por “questão ideológica”

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB), chefe do Conselho Nacional da Amazônia Legal (CNAM), disse nesta segunda-feira (5/10) que o país tem sofrido ataques internacionais devido a uma “questão ideológica” contrária ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Durante entrevista à Rádio Eldorado, Mourão falou em queda no desmatamento e tornou a defender mineração em terras indígenas.

Mourão também garantiu a continuidade das operações militares na Amazônia, que, segundo ele, continuam até 2022. Atualmente em curso, a Operação Verde Brasil tem data para acabar. Ela se encerraria em julho, mas acabou prorrogada até novembro.